Não sabe o seu
numero de eleitor?
Não sabe o seu numero de eleitor?
Aceda ao site do Ministério da Administração Interna.
Consulte aqui!
Balcão Virtual
não perca tempo.
Balcão virtual
Aqui pode tratar de todos os assuntos relativos à Junta!
Consulte aqui!
Fotos
visite a galeria.
Galeria de fotos
Visite a galeria de fotos e surpreenda-se!
Consulte aqui!
Newsletter
subscreva já!
 
Como classifica o site da Junta de Freguesia?
 





História da Freguesia

Foral concedido em 1514 por D. Manuel I.

Aguada de Cima foi sede de concelho até 1834, data em que foi englobada no então criado concelho de Águeda. Foi recriada como concelho em 17-07-1835 até 31-12-1836, quando foi definitivamente extinta como concelho.

É centenária a sua história, aparecendo já mencionada “Aqualata” no ano de 132 A.C.
Aparece mencionada numa doação ao Mosteiro do Lorvão, no ano de 961, com o nome da sua padroeira, S.ª Eulália.

Foi vila romana.
Foi doada ao Mosteiro da Vacariça, cujos monges foram quem desbravaram as suas terras.
No ano de 1064, por presúria, foi doada a D. Sesnando, da Igreja de Milreu, de Coimbra, em 1113.

Passou para a Coroa em 1128.
Em 1132, D. Afonso Henriques couta esta vila à Sé de Coimbra.
Passou depois para a Universidade de Coimbra, tendo foro especial de justiça.
D. Manuel I concedeu-lhe foral em 23 de Agosto de 1514.
Foi sede de Capitania-Mor.
Pertenceu, durante o liberalismo, aos Duques de Lafões.
Foi julgado de Paz.
Teve pelourinho, forca e tribunal.
Em 12 Julho 1997 foi elevada a Vila.
Em 12 Julho 2007 foi inaugurada a réplica do Pelourinho.